31/05/2010

Literatura espírita para adolescentes – Orson Peter Carrara

Havia uma lacuna imensa na literatura espírita: obras direcionadas especificamente para adolescentes. Esta fase bonita da vida, ao mesmo tempo questionadora e cheia de incertezas, inseguranças, mas também saturada da força, inteligência e dinamismo próprio dos jovens, sentia a ausência na literatura espírita de obras que atendessem aos anseios desse imenso público. Especialmente considerando os desafios que enfrentam quanto aos perigos dos drogas, dos vícios, dos conflitos com os pais e mesmo diante da afirmação pessoal.
Pois bem, um autor inspirado, também especializado na literatura infantil – com vários livros já publicados por diferentes editoras – resolveu a questão. Duas editoras lançaram obras do consagrado autor e especial amigo do Guarujá, no litoral paulista.
Eis que a Federação Espírita Brasileira publicou Fugindo para Viver, uma obra ilustrada, mas também comovente e atual. Uma obra que aborda imortalidade, comunicabilidade dos espíritos, mediunidade, vida espiritual, entre outros valiosos ensinos – como a valorização da amizade ou das virtudes em geral –, além, é claro, de seu objetivo principal: dirigir-se aos jovens, falando com clareza dos ensinos espíritas. E com que clareza!
É o que também acontece com a outra obra publicada pela Boa Nova: o primeiro da série A.N.J.O.S., onde cinco adolescentes da mesma classe se unem para realizar um trabalho de física, numa aventura emocionante que igualmente transmite os princípios espíritas e traz a realidade do mundo juvenil. A obra abre uma série que breve receberá a sequencia por meio de outras que virão. Sempre direcionada ao mundo juvenil.
O autor é o amigo Adeilson Salles, que já premiou o público espírita com romances, mensagens, reflexões e em especial obras maravilhosas destinadas às crianças. Toda a versatilidade do autor, com sua inspiração e rara habilidade no trato com as letras na elaboração de histórias que encantam e suavizam o coração. Desejo, inclusive, sugerir ao leitor pesquisar as demais obras do autor, principalmente se o leitor estiver envolvido de alguma forma com crianças, como filhos, sobrinhos ou alunos. Os livros do autor são mesmo uma preciosidade.
Desejo inclusive sugerir às instituições e coordenadores de estudos da infância e juventude para que utilizem esse precioso material. Ao mesmo tempo são ótimas sugestões para presentear. Não deixe, pois, de conhecer e divulgar tais obras.