07/01/2011

Projeto Imagem agora em loja virtual


O conhecido e consagrado Projeto Imagem, com rico acervo de imagens para ilustrar palestras e contemplando obras clássicas da literatura espírita – entre elas várias da Série André Luiz, os romances de Emmanuel, o extraordinário Memórias de um Suicida, entre outras de reconhecido valor doutrinário – está de “cara nova” na Internet. 
 Visite o site www.projetoimagem.com.br e veja as facilidades de aquisição do acervo disponível. Agora em doze pagamentos na loja virtual e com desconto de 23%.

 Como indica a proposta de trabalho, O Projeto Imagem nasceu de uma frustração, quando em 1964, iniciativa pioneira idealizada por Aldrovando Góes Ribeiro e Mizael Garbin, produziram pela SELMA (Sociedade Espírita Leopoldo Machado), de Santo Antonio da Platina (PR), a primeiras imagens espíritas em acetato ou diapositivo (slide). Quando tentamos comprar as histórias já produzidas em meados dos anos 70, o projeto já tinha “fechado suas portas”, imagino que por dificuldades financeiras. Nascia ali (em 1974) a idéia de um dia fazer desenho espírita para continuar aquele ideal.



O Projeto, portanto, nasceu vinte anos depois de idealizado, pois foi preciso aguardar  o aparecimento de desenhistas que fossem espíritas. Em 1994, Rodival Matias fazia a primeira história. A ele se juntaram outros 3 desenhistas: Diva Vargas, Rogério Soud e Mozart Couto.

Enquanto a SELMA produzia imagens para temas espíritas e para a educação espírita infantil, o Projeto Imagem tem como foco principal retratar as obras do espírito André Luiz, Emmanuel e da médium Yvonne Pereira, para levar às palestras públicas uma alternativa de apresentação: passar as imagens e contar a história do livro. Mas a idéia não é contar o livro todo, mas despertar para a leitura e para a re-leitura. Inicialmente chamado de Projeto Slide mudamos para Projeto Imagem, porque durante algum tempo fornecemos 3 alternativas de mídia: slide, transparência e imagem digital.

Com a dificuldade de custo e aquisição do filme para slides (em extinção) e o custo alto da tinta de impressora para fazermos transparências, desde 2008 só estamos fornecendo a imagem digital. As imagens digitais são fornecidas com a advertência de que não devem ser colocadas na Internet, nem os livros ou apostilas sem o nosso prévio conhecimento. Caso isso venha a ocorrer o trabalho não se sustenta financeiramente e seremos obrigados (como a SELMA) a “fechar as portas” com prejuízo imediato da divulgação a que o projeto se propõe.

O leitor vai se entusiasmar com o conteúdo do novo site. Visite, divulgue e utilize esse extraordinário recurso de divulgação espírita.