07/10/2011

Forte, emocionante!

por Orson Peter Carrara 

Fui ver O FILME DOS ESPÍRITOS. Simples, objetivo e forte! Sim, forte na mensagem que transmite, na emoção que provoca. Pela mensagem do aborto já vale o filme. Pela naturalidade com que aborda a imortalidade, igualmente tocante. É muito emocionante ver O Livro dos Espíritos ser tratado com respeito e divulgado.
Os princípios fundamentais foram tratados de forma geral, com destaque em alguns pontos específicos e essenciais para a abordagem do filme.
O respeito à vida e o trabalho das Casas André Luiz são mesmo o ponto forte do filme. Emocionei-me com a conclusão, ao ver a imortalidade tratada com tanta naturalidade, trazendo realmente o que ocorre, conforme aprendemos no próprio O Livro dos Espíritos.
Para quem está habituado à prática espírita, é muito agradável ver seus pontos fundamentais serem tratados de forma tão natural. A prática mediúnica, o amor ao semelhante, a fé em Deus, o estímulo à bondade, o esclarecimento quanto às conseqüências do suicídio e o aborto e as lições vivas da obra são apresentados de forma leve e agradável ao público. Gostei muito e quero cumprimentar atores, produtores e distribuidores. Estão mesmo de parabéns!
É mesmo um esforço coletivo para semear na mentalidade humana as noções simples de nossa própria natureza: filhos de Deus, seres imortais, responsáveis pela própria vida e autores da própria felicidade ou das próprias tragédias. Meu amigo, minha amiga!
Vá ver o filme. É marcante!
Lotemos os cinemas para que permaneça muitos dias em cartaz e seja levado a muitas cidades!
Quando se poderia imaginar, há dez anos apenas, um filme inspirado em O Livro dos Espíritos?!
A homenagem é justa e muito oportuna.