20/03/2013

Honrados, felizes e agradecidos


 Orson Peter Carrara

                Unidos por um ideal aqueles homens e mulheres iniciaram uma trajetória de lutas e dificuldades numa época de intenso preconceito. Foi um início difícil, mas se adaptaram às circunstâncias. Dezessete anos depois já tinham sede própria construída e inauguraram com alegria uma iniciativa que conquistaria respeito pela seriedade e responsabilidade.
                Ao longo das décadas, com lutas e sacrifícios, ampliaram as conquistas, venceram desafios e deixaram um legado de trabalho, onde muitos braços e mentes ofereceram o esforço de seu trabalho e de sua dedicação. Interessante porque num esforço coletivo, onde ninguém foi ou é mais importante que outra pessoa, todos deram de si mesmos para a construção do ideal, sua manutenção e sequencia natural das atividades com a renovação natural de pessoas, cargos e responsabilidades, com uma continuidade que se mantém.
                É bom relatar isso. Faz parte da história. Honra a memória e gera sentimentos de gratidão, alegria e amizade, apesar das lutas naturais. Meu avô João Carrara integrou a equipe de fundação, em 1923. Portanto, há 90 anos, exatamente no dia 22 de março. Não foi o principal articulador, mas participou dessas lutas de origem. Marcelino Martinez foi o articulador principal, entre outros nomes que podem ser resgatados pela memória ou por documentos. Era o início da trajetória história e abençoada do Centro Espírita Francisco Xavier dos Santos, em Mineiros do Tietê.
                Em 1940 fundaram um lar para idosos, que recebeu o nome de José Gonçalves, outro valoroso integrante dessa equipe de homens de bem.  Com a morte do fundador, o filho Fernando Martinez dá continuidade ao trabalho e em 1947 o jovem Pedro Carrara, então com apenas 21 anos, assume a Presidência para longo e profícuo período de intenso progresso na história da instituição.
                Ao longo dos anos, nomes respeitáveis e queridos, que deixamos de reproduzir aqui para não cometer equívocos de esquecimentos, integraram a operosa equipe de trabalho que manteve o ideal inicial de estudo, divulgação e prática do Espiritismo, que norteia a vida e a história da respeitável instituição. Pedro faleceu em 1982 e em 1990 é fundado o Projeto Pedro Carrara, que centraliza as atividades de promoção humana e assistência aos necessitados, existentes desde a fundação.
                Mas não é só, obviamente. A vivência diária do ideal mantém intensa programação de atividades, que vão se adaptando no tempo com as naturais mudanças do progresso e mesmo dos integrantes que deixam ou chegam à instituição, por variados motivos.
                Nesta programação está em primeira linha o estudo da Doutrina Espírita, o estímulo à sua vivência e o trabalho no bem, em variadas frentes. N este empenho surgiram e se mantém eventos, encontros e programa que incentivam as artes, o crescimento intelecto-moral , estimulando o bem e a fraternidade, tendo com bandeira o respeito a todas as crenças e às diferenças individuais, como não poderia deixar de ser.
                O Espiritismo, embasado e estruturado em suas bases com o Evangelho de Jesus, foi e continua sendo a inspiração para o ideal que prossegue firme, apesar de todas as limitações naturais que nos caracterizam a natureza humana. Doutrina que adota como lema que Fora da Caridade não há salvação, estimula o bem e o esforço pelo progresso moral em seus adeptos, fazendo compreender o sentido da palavra salvação no contexto de prevenção das quedas morais. Colocando-se à disposição de quem queira conhecê-lo, sem qualquer imposição ou exigência, sua prioridade é a melhora moral do ser humano.
                Sentimo-nos honrados e felizes por integrarmos a história dessa abençoada instituição, a quem muito devemos. E desejamos aqui, homenageando-a e a seus integrantes do passado e do presente, agradecer igualmente à população da cidade, pelo apoio incondicional de sempre. Afinal 90 anos significam nove décadas de trabalho e dedicação no bem.
                De 1923 a 2013 muitas mudanças históricas e sociais ocorreram na humanidade. Nesse trajeto todo, de vidas e fatos, o ideal solidificou-se e prossegue firme; eventos no fim de semana marcaram as comemorações. Nossa gratidão e nossos cumprimentos. Há muito trabalho por fazer. Prossigamos, pois! Para saber mais acesse: http://www.centroespiritafxs.com.br/